Categorias
Cuidados com idosos Idosos

Como lidar com idosos teimosos?

Não é raro encontrar familiares de idosos que se queixam de como os mais velhos são resistentes, inflexíveis e até agressivos. Muitos agem de forma obstinada, não aceitando atitudes necessárias para a promoção de seu bem-estar. Mas, afinal, como lidar com idosos teimosos?

Quem convive com uma pessoa de temperamento difícil sabe o quanto a teimosia pode colocar em risco sua saúde e qualidade de vida. Por isso, saber como agir diante de situações em que os mais velhos não concordam com algo necessário é fundamental.

Para ajudar você a identificar as causas desse comportamento e tomar as atitudes certas, preparamos este artigo. Continue a leitura e descubra como oferecer auxílio a quem você ama.

Por que alguns idosos são teimosos?

Para quem observa de fora, pode até parecer engraçado quando um idoso se recusa a dormir, tomar banho ou comer. Mas esse tipo de situação, quando se torna frequente, pode trazer sérios problemas para a convivência familiar e, principalmente, para o bem-estar do próprio indivíduo, que começa a colocar em risco a saúde.

O primeiro passo para lidar com esse comportamento é se perguntar o que há por trás dele. Afinal, a teimosia pode ser uma reação a diferentes problemas, muitas vezes ocultos. Entre as possíveis causas, estão:

  • Motivos sentimentais que fazem com que o idoso queira chamar a atenção;
  • Desenvolvimento de quadro demencial (alzheimer, por exemplo)
  • Não aceitação de possíveis limitações;
  • Medo de perder a autoridade e independência;
  • Efeitos colaterais de alguma medicação;
  • Dificuldades auditivas;
  • Irritabilidade;
  • Cansaço relacionado a distúrbios do sono;
  • Depressão.

Todos esses fatores podem levar um idoso a resistir a conselhos e opiniões da família. Alguns deles necessitam de tratamento, por isso, investigar os motivos é fundamental para encontrar a melhor solução para o problema. Em todos os casos, a paciência e a empatia são essenciais, pois nem sempre o idoso sabe por que está agindo dessa forma.

Como lidar com idosos teimosos?

Os desafios do envelhecimento podem fazer com que as pessoas se tornem resistentes ao auxílio de familiares. Mas algumas atitudes simples podem fazer a diferença quando o assunto é evitar conflitos e ajudar o idoso a tomar as melhores decisões para a manutenção de sua saúde e bem-estar.

Acima de tudo, deve-se sempre ter paciência. Mesmo que não seja fácil, é importante manter o diálogo ativo, argumentando e dando atenção ao idoso. Afinal, a aceitação de limitações advindas da chegada da terceira idade pode levar tempo. 

Oriente seu familiar para que ele consiga aceitar sua realidade e entenda que a família só quer o melhor. Procure oferecer exemplos e conversar com o idoso para que, juntos, consigam chegar à conclusão da melhor forma de resolver a situação. Evite falar demais, para que nenhum dos dois acabe nervoso ou com dores de cabeça, e dê tempo para seu familiar refletir.

Quando houver agressividade ou ameaças, a melhor opção é conversar com um psiquiatra ou psicólogo para entender o que pode estar motivando esse tipo de reação e, se necessário, iniciar um tratamento.

Por que contar com um cuidador de idosos?

Talvez você esteja se perguntando: se meu familiar não consegue ouvir a opinião de seus filhos ou netos, como um cuidador de idosos pode ajudar? A resposta é simples: esse profissional é treinado para lidar com a resistência e agir calmamente diante de situações de teimosia.

Os cuidadores são preparados para auxiliar na rotina do idoso, incentivando a adoção de hábitos saudáveis, lembrando sobre os medicamentos e minimizando os riscos de acidentes domésticos. Além disso, realizam junto a ele atividades de estímulos cognitivos e sociais, o que naturalmente melhora a saúde emocional e evita comportamentos negativos advindos de solidão ou carência, por exemplo.

Esclareça suas dúvidas

Se você chegou até aqui, já sabe como lidar com idosos teimosos e entende a importância de um cuidador nesse processo. O envelhecimento traz consigo desafios, e não é raro encontrar pessoas que respondem a eles com a teimosia. Isso faz com que a família precise estar atenta às possíveis causas e saiba agir com empatia e paciência. Afinal de contas, nem sempre o idoso age dessa forma intencionalmente!

Se você ainda tem dúvidas sobre o convívio com idosos de temperamento difícil, deixe seu comentário! Nossa equipe está pronta para ajudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *