Categorias
Atividades físicas Cuidados com idosos Memória

Conheça a relação entre atividades físicas e a memória na vida dos idosos

Você sabia que atividades físicas e a memória têm muito em comum? Esse quadro se aplica a todos os indivíduos, mas ganha mais importância quando pensamos nos maduros.

Nessa etapa da vida, os estímulos são essenciais e os efeitos dos exercícios se estendem a variadas esferas do cotidiano. Isso porque as transformações não são permanentes em todos os casos, o que sinaliza que a recuperação das funções cerebrais é possível.

Por isso, movimentar-se é o primeiro passo para melhorar e preservar a memória, principalmente combinando diferentes tipos de estímulo. Quer saber mais sobre atividades físicas e a memória? Continue a leitura e descubra que inserir essa prática na rotina  melhora significativamente a qualidade de vida dos idosos e tem um impacto positivo na  saúde mental.

As atividades físicas e a memória: qual a influência?

As atividades físicas e a memória se relacionam com os efeitos das substâncias liberadas durante a prática.

Indo além, o exercício estimula:

  • mudanças fisiológicas
  • melhoram a capacidade cognitiva
  • melhoram as funções de vasos sanguíneos no cérebro.

As células cerebrais também são estimuladas e têm mais capacidade de sobreviver de forma saudável.

Estes são motivos excelentes para aliar atividades físicas e a memória. No caso dos idosos, essa combinação é ainda mais importante.

Afinal, o envelhecimento contribui para variados níveis de comprometimento cognitivo e  pode haver  maior  dificuldade no processamento de informações, demandando o estímulo a áreas cerebrais responsáveis pela memória, por exemplo.

Como a prática de exercícios traz benefícios para a vida dos idosos

A prática de exercícios é determinante para o bem-estar nessa etapa da vida. Isso porque qualquer tipo de movimento como pedalar, caminhar, fazer yoga ou atividades com peso, por exemplo, traz resultados.

A memória também se beneficia com a adoção dessa rotina, trazendo mais independência e confiança no dia-a-dia, mesmo quando o idoso já apresenta comprometimento leve nas funções relacionadas.

A liberação de hormônios que ocorre com os exercícios também é destaque com a endorfina, por exemplo.

Logo, atividades físicas e a memória se conectam quando a substância é liberada no organismo durante a prática. Ela é uma reguladora da memória, o que reforça a importância de um corpo ativo para uma mente saudável e longeva.

Há, ainda, outros impactos positivos:

  • Idosos que praticam atividade física percebem um sono mais tranquilo e restaurador
  • Promove noites com mais qualidade 

Esse descanso é essencial para a saúde do cérebro e o processamento das memórias, além de melhorar o humor. Juntos, esses fatores garantem melhoria cognitiva.

Integrando corpo e mente para mais qualidade de vida

Atividades físicas e a memória são parte de uma lista de cuidados específicos para todos, em especial os idosos.

Por se tratar de uma etapa na qual existe um risco maior de dependência e prejuízos físicos relacionados ao estilo de vida, os detalhes importam.

É comum que, com o envelhecimento, os indivíduos se sintam isolados, sintam insegurança para sair sozinhos, pouco estimulados ou mesmo dependentes de outras pessoas.

Por essa razão, a prática de exercícios tem impactos na qualidade de vida como um todo.

O corpo se beneficia com mais fortalecimento e condicionamento, ideais para evitar acidentes e dificuldades de movimentação.

Além disso, as práticas coletivas estimulam a socialização e as habilidades de comunicação. Aprender também incentiva o aspecto cognitivo.

Saúde mental para os idosos

Os idosos apresentam maior necessidade de manutenção e aprimoramento das funções cognitivas, uma vez que as perdas são comuns com o envelhecimento.

A relação entre atividades físicas e a memória se dá com benefícios ao organismo como um todo.

O movimento melhora:

  • o sono
  • o humor
  • a performance cognitiva

Além de trabalhar a liberação de hormônios. Por isso, inserir exercícios na rotina é um dos passos para uma vida mais saudável e plena.

As atividades físicas e a memória demonstram os impactos positivos na saúde física e no bem-estar mental. 

Ao longo do artigo, você conheceu os benefícios dessa prática e sua extensão na socialização e no desempenho cognitivo do idoso. 

Quer saber como iniciar uma rotina ativa? Conheça o Senior Interativo, desenvolvido especialmente para trazer atividades físicas e lúdicas aos idosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *