Categorias
Cuidados com idosos depressão em idosos Senior Interativo

Janeiro Branco: qual a importância da saúde mental dos idosos?

Você já ouviu falar sobre o Janeiro Branco? A campanha, marcada por ações que visam a prevenção e os cuidados com a saúde mental e emocional da população, abordam questões muito importantes para garantir o bem-estar de nossos pais e avós nessa fase de mudanças.

Discutir sobre o tema se mostra cada vez mais necessário, o mês serve como um alerta para mostrar como os transtornos mentais podem afetar a população, inclusive os idosos. Por isso, é preciso entender o conceito que envolve o termo saúde mental e saber quais sinais devemos nos atentar.

Quer saber mais sobre a campanha Janeiro Branco e a importância da saúde mental dos idosos? Acompanhe o material completo que preparamos sobre o assunto! 

Qual o objetivo do Janeiro Branco?

O  Janeiro Branco tem como objetivo envolver a população e fomentar o debate sobre o tema da saúde mental. Com isso, as ações buscam divulgar informações sobre o adoecimento emocional e levar conhecimento sobre esse problema clínico para mais pessoas. 

Criada em 2014 por um grupo de psicólogos mineiros, a campanha é um convite para que o nosso olhar se direcione para as emoções e a saúde mental sem preconceito. Dessa forma, é possível entender quais os cuidados devemos ter com a saúde e alcançar um equilíbrio mental. 

A campanha acontece em janeiro justamente por ser um mês em que as pessoas têm a prática de realizar novos planos e novos começos. Aproveitando esse clima de novo ciclo, por que não pensar em começar a cuidar da saúde mental?

Com o lema: “Quem cuida da mente, cuida da vida”, o Janeiro Branco quer barrar preconceitos acerca da saúde mental e mostrar que todos precisam de ajuda para atravessar determinadas situações. 

Os idosos sofrem mais com o abalo da saúde mental?

Com o decorrer dos anos, o cérebro sofre a perda de neurônios e de algumas conexões. Essa ação pode impactar na função cerebral e, por isso, alguns idosos já não conseguem mais desempenhar algumas atividades feitas com facilidade há uns anos. 

A falta de autonomia, a diminuição da interação social e a mudança da função social junto às alterações fisiológicas acabam colocando os maduros em um grupo de risco para desenvolverem transtornos mentais.  

Estudos de base populacional relataram que, com o aumento da idade, ocorre uma maior prevalência do transtorno mental comum, por exemplo. 

Janeiro Branco: quais são os transtornos mentais comuns em idosos?

Os transtornos mentais mais comuns em idosos são os quadros ligados à depressão, ansiedade e transtornos psicóticos, sendo a depressão considerada a causa mais frequente de sofrimento emocional na fase madura da vida. 

Quais os sinais de transtornos mentais em idosos?

No caso da depressão, os sintomas podem ser confundidos com sinais de outros problemas clínicos, uma vez que as queixas englobam dores no corpo, alterações de apetite e perda ou ganho de peso. Mas além desses sintomas, é possível perceber sinais de irritabilidade, ansiedade, insônia,esquecimento e dificuldade de concentração.  

A ansiedade pode causar preocupação constante ou nervosismo, tensão muscular ou fadiga, irritabilidade ou dificuldade de concentração. Já os quadros psicóticos podem ser sinalizados como delírios e alucinações. 

Mas, afinal, qual a importância da saúde mental dos idosos?

A chegada da fase madura traz diversas mudanças para os nossos pais e avós, a rotina era de trabalho, convivência com amigos e total autonomia. Algumas dificuldades aparecem, e assimilar a nova fase não é nada fácil. 

Por isso, a chegada da fase madura deve ser marcada pelo cuidado da mente e do emocional, afinal, não fomos preparados para lidar com algumas mudanças ao longo da caminhada. 

Uma saúde mental equilibrada resulta em uma melhora da qualidade de vida e do bem-estar, fatores fundamentais para alcançar a longevidade feliz. 

Janeiro Branco: como promover a saúde mental?

Estar presente na vida do idoso dando suporte e carinho é muito importante para saúde mental dos seus pais e avós. 

Auxiliá-los a manter uma vida ativa em que possam desenvolver estímulos cognitivo, social e físico pode ajudar a reduzir os sintomas moderados de ansiedade e depressão em idosos. 

Levar conhecimento sobre a fase madura para os pais e avós ao longo da caminhada e empoderá-los como sujeitos úteis na sociedade também faz toda a diferença para o grupo entender melhor essa fase da vida. 

E é claro, se você perceber algum dos sintomas de transtornos mentais em algum ente querido, não deixe de levá-lo ao médico para realizar o diagnóstico e tratamento.

Prevenção de transtornos mentais na prática

Pensando em promover qualidade de vida e bem-estar aos idosos, a Senior Concierge desenvolveu o Senior Interativo. Com o serviço, seus familiares idosos conseguem manter uma vida ativa e mais sociável. Assim, eles podem viver melhor, respeitando os próprios limites. 

A partir de uma vez por semana, por um período de 4 horas, um profissional especializado vai até a sua casa para realizar junto ao idoso atividades de estímulo cognitivo, social e físico. 

Isso pode incluir caminhadas, alongamentos, exposições, ir ao mercado, à feira, a consultas e exames e ao cinema com toda segurança e cuidado que eles merecem!

Precisando de suporte para auxiliar seus pais e avós? Conte com a Senior Concierge, segurança e cuidado para quem você ama! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *