Categorias
Acompanhante de idosos cuidador Cuidadores de Idosos Cuidados com idosos Idosos Senior Concierge Senior Interativo

O que fazer quando o idoso não aceita cuidados? Veja 5 dicas

Nossos parentes mais seniores têm sempre algo para oferecer, como ótimos conselhos e boas histórias de vida. Eles entendem que, de alguma forma, estão cuidando de nós. Por outro lado, os cuidados rotineiros costumam se inverter e nem sempre são bem aceitos. Desta forma, o que fazer quando o idoso não aceita cuidados

Alguns idosos apresentam resistência aos cuidados, isso inclui cuidadores, profissionais da saúde e, às vezes, até familiares. A geração sanduíche” – pessoas entre 30 e 60 anos englobando filhos, netos e familiares – é a que sofre, geralmente, com essa resistência dos idosos. São eles que precisam lidar com as demandas familiares e, ao mesmo tempo, os cuidados com os pais ou avós.

Neste contexto, sabemos que a família nem sempre tem disponibilidade para cobrir todas essas demandas. Além disso, muitos familiares não possuem preparo especializado para lidar com idosos acamados ou que precisam de cuidados especiais como dependentes de medicação, acompanhamento especial para mercado, consulta médica e afazeres diários.

Por isso a presença de um profissional é importante, mas o que fazer quando o idoso não aceita os cuidados? É uma situação delicada e, pensando nisso, a Senior Concierge separou cinco dicas. 

O que fazer quando o idoso não aceita cuidados: ouvir com empatia

Para lidar com essa situação sensível, quando o idoso não aceita cuidados, precisamos entendê-lo. Por isso, é preciso ouvir com empatia, o coração e mente abertos. 

A resistência em aceitar alguém em casa como um cuidador pode acontecer devido a alguns pensamentos, tais como: não se considerar um “incapaz”, perder sua independência, ter alguém que esteja “invadindo a privacidade do lar”, ou até mesmo achar que um familiar deveria assumir a responsabilidade dos cuidados. 

O primeiro passo, portanto, para pensar em o que fazer quando um idoso não aceita cuidados é conversar, e mais: ouvir com empatia. Se colocar no lugar dele, respeitar sua opinião e tentar entendê-la ao máximo. 

Explique as suas necessidades para o seu familiar

O segundo passo para colocar em prática quando o idoso não aceita cuidados é explicar, com muita calma, a necessidade do cuidador. Mas, atenção, nesse momento você não deve pontuar porquê ele precisa de cuidados e sim o porquê você, familiar, precisa de um suporte nesse momento. 

Mencionar algumas de  suas limitações como estar presente no trabalho ou até mesmo que não sabe fazer algum procedimento pode ajudá-lo a entender. Já que a necessidade de cuidados nesse momento é, também, para dar suporte aos familiares.

Dessa forma, pontuar durante a conversa as suas preocupações e como os cuidados vão te ajudar nesse momento, pode facilitar a aceitação do idoso e diminuir, aos poucos, a resistência dele com os cuidados. 

Entenda as necessidades do idoso

Nesse momento, para resolver a dúvida – “o que fazer quando o idoso não aceita cuidados?”- é preciso que você entenda as necessidades do maduro antes de contratar um serviço. Até porque cada caso é único e se atentar ao necessário preserva a autonomia do idoso. 

Uma empresa que possui os conhecimentos e profissionais adequados pode te explicar quais cuidados são necessários no momento e por quanto tempo seria preciso os serviços. Assim, ao contar as limitações, você saberá se precisa de alguém 24 horas todos os dias ou até mesmo se um suporte de 6 horas algumas vezes por semana, por exemplo, seria o suficiente.

A Senior Concierge oferece segurança e cuidado para quem você ama, clique aqui conheça melhor os nossos serviços. 

Entender as necessidades e adotar apenas o necessário é fundamental para que o maduro não fique com a sensação de dependência quanto aos afazeres. Prezar pela autonomia dele vai ajudar na aceitação dos cuidados. 

Comece aos poucos

Após avaliar as necessidades, é preciso ir aos poucos. Neste quarto passo para se pensar sobre o que fazer quando o idoso não aceita cuidados, é preciso paciência e perseverança.

Para começar é melhor que alguém – seja médico, cuidador ou acompanhante – vá e fique apenas algumas horas, mesmo que isso não comporte toda a demanda de cuidados. 

Por exemplo, se o profissional precisa ficar por oito horas, começar a primeira semana com 4 horas, e assim progredindo aos poucos, o maduro vai se acostumando e aceitando os cuidados sem pressão e incômodo. 

Uma boa empresa também, ao iniciar o atendimento no lar, possui uma reunião inicial em que é explicado o dia a dia, bem como algumas atividades podem ser decididas em conjunto com o idoso e a família, o que deixa o processo mais tranquilo e seguro

Além disso, é preciso entender que um processo de aceitação, ainda que iniciado, pode levar um tempo – empatia e confiança podem ser construídas no dia a dia. 

Um dos serviços da Senior é o Senior Interativo, nele um profissional especializado, a partir de uma vez por semana, por 4 horas, para realizar junto ao idoso atividades de estímulo cognitivo, social e físico, como caminhadas, alongamentos, ir ao mercado, à feira, a consultas e exames. Clique aqui e faça seu orçamento.

Esteja presente 

Por fim, esteja presente  durante o processo. Isso passa confiança para seus pais, avós ou parentes seniores e, se em algum momento ele se sentir desconfortável, o familiar pode aliviar a tensão.

Para facilitar a aceitação do cuidador, se a resistência permanecer, é bom que um familiar esteja presente nos primeiros dias para conhecer melhor o profissional.

Não esqueça que a paciência, a empatia e o carinho são indispensáveis, converse sempre com seu familiar idoso. Com isso, é provável que a resistência diminua. 

Agora que você já tem os passos necessários para saber o que fazer quando o idoso não aceita cuidados, confira os nossos serviços! 

A Senior Concierge oferece segurança e cuidado para quem você ama com especialistas que atuam dentro do conforto da sua casa. Clique aqui e fale conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *